quarta-feira, 13 de fevereiro de 2008

Imóvel: financiamento mais barato

A Caixa anunciou ontem o corte de juros para financiamento imobiliário. O recuo de 1,5 ponto percentual ao ano na taxa anual em alguns casos pode parecer miséria, mas é um engano pensar assim. Como o financiamento é de longuíssimo prazo, o 1,5 ponto ao ano vira muitos milhares de reais a mais.

A notícia é ótima, sem dúvida, juntamente com o aumento do prazo de pagamento para os imóveis acima de R$ 350 mil e aumentou o porcentual que pode ser financiado para 80%. Crédito disponível, segundo ouço e leio de analistas, é fundamental para o bom desempenho do mercado imobiliário o que puxa o emprego na construção civil.

Cabe ao investidor decidir se vale a pena investir em um imóvel que não seja para morar. Casas de veraneio exigem uma despesa de manutenção que nem sempre entra no cálculo. Com o aumento da oferta de crédito, aluguéis perderam um pouco o atrativo para os senhorios.

Há quem aposte em adquirir um apartamento para depois revendê-lo no meio do financiamento por um valor (espera-se) maior. Parece-me interessante, mas também arriscado. Afinal, é preciso acreditar que os preços continuarão subindo.

E nada sobe para sempre, indefinidamente.



Ao financiar o imóvel, o jeito é torcer para que o preço não vá escada abaixo...

Nenhum comentário: