domingo, 25 de novembro de 2007

Fuja do cheque especial!

Importante: visitantes, este blog agora aceita comentários de anônimos. Exponha dúvidas, conteste ou complemente!

Esta é uma resposta a um pedido de um colega, sobre como diminuir dívidas. É um assunto bem relevante pois o Natal se aproxima, e o 13º na conta bancária dá aquela sensação de enorme poder aquisitivo. Nada mais comum do que comprar mais do que se pode e cair na "pindura" do cheque especial - o crédito mais caro, desaconselhado até pelo presidente do Banco Central.

A primeira página da Folha de S.Paulo hoje destaca o crescimento de 19% no uso do cheque especial no ano - assinante da Folha ou UOL. Entre as razões apresentadas para o crescimento, Miguel José Oliveira – vice-presidente da Anefac – aponta a falta de orientação do cliente em usar o produto. Afinal, abre-se uma conta e já se "ganha" a possibilidade de usar o crédito. Sem perceber, o descuidado ou descuidada deverá metade do seu salário mensal... Há um bom artigo na web sobre como negociar vantagens com o cheque especial.

Uma vez no fundo do poço, pagando uma tarifa de quase 140% de juros ao ano no cheque especial, é hora de trocar uma dívida pesada por outra menos terrível. Peça ao gerente do banco um crédito pessoal para pessoa física - com uma taxa de quase 50% ao ano e cubra o rombo. Sai muito mais em conta do que protelar em tapar o buraco do cheque e você deixa de pagar 90% ao ano sobre a dívida.

Existe também o crédito consignado - descontado já na folha de pagamento ou do INSS - com uma taxa menor. Só tome cuidado para não pagar e comprometer sua fonte de renda.

Dúvida: o Banco Real permite ao cliente usar o cheque especial por 10 dias mensais sem cobrar. Se ele usar por 11 dias, é cobrado por todo o período. Alguém conhece outra instituição que faça isso? Havia, há muito tempo, um banco chamado Exel que também dava esta boiada. Hoje acho que é só o Real...

4 comentários:

Lucia disse...

Achei uma boa essa de pedir para parcelar o cheque especial a juros menores. Mas primeiro preciso pagar as outras dívidas! 2007 foi brabo, tomara que 2008 seja melhor.

Em relação ao banco que concede dias sem juros no cheque especial, também adoraria saber. Parece que o Sudameris...

Liv Lamet disse...

Olá! Se o aperto é para pagar as dívidas atuais, aí pode ser uma boa idéia buscar um empréstimo no local onde sai mais em conta - pedir o crédito à pessoa física sai mais em conta que o cheque especial.

Ah! Eu também espero por um 2008 melhor! Tudo de bom!

Lucia disse...

Boa, Lamet,

vou falar com o José Roberto, meu gerente, que mais parece o Sancho Pança.

Liv Lamet disse...

Excelente! Peça a ele que você precisa toda a ajuda possível para derrubar juros gigantes que estão se passando por moinhos de vento.