quarta-feira, 19 de dezembro de 2007

Capitalização vale tão a pena quanto a Mega-Sena - parte 2

E dando continuidade, o lado bom da capitalização:
  • você concorre a prêmios e, falando-se de probabilidades, é mais fácil você ganhar algo aqui do que na Mega-Sena. Há alguns anos terminei uma capitalização em que eu paguei por seis anos. Não ganhei coisa alguma, mas pelo que havia calculado, as minhas chances de ganhar algum prêmio, mesmo o menor, era de uma em 360 ou algo assim ao longo de todo o período. Na Mega-Sena, acertar é mais difícil;
  • na capitalização, perde-se menos dinheiro comparando-se à loteria. Afinal, uma parte do que você gasta volta para você. Atenção: há planos que abocanham bem mais. O popularíssimo Tele-Sena, por exemplo, retorna 50% do valor pago corrigido. O meu plano e muitos outros retornam 100% corrigidos;
  • você nunca perderá o bilhete "premiado";
  • em muitos casos, é público o nome do vencedor na capitalização.

Sendo assim, para quem serve a capitalização? Para quem gosta de jogar.

Substituir um hábito por outro pode ser uma experiência interessante. Gastar R$ 50 mensais em loteria é financeiramente mais oneroso do que R$ 50 em capitalização, seja lá qual for. Afinal, uma parte do que você gastou voltará para você no futuro.

Só não vá, por favor, cair na lábia do gerente. Para "guardar dinheiro" a capitalização é péssima, já que perde até para poupança e, no caso de certos títulos, até para o colchão.

2 comentários:

Big disse...

Eu até concordo que as chances de se ganhar na capitalização sejam maiores do que ganhar na mega sena, mas os prêmios da capitalização são beeeeeem menores.

Eu também acho que a sua conta das probabilidades de ganhar na capitalização ser de 1 em 360 estão muito altas. Eu não sei fazer estes cálculos, mas acho que está muito otimista.

Permita-me deixar o meu o endereço do meu blog, onde eu também falei sobre o assunto: http://www.monacoonline.com.br/blog/?p=84

Obrigado.

Liv Lamet disse...

Olá, caro Big. Grato pelo comentário. Olha, acho que não estou sendo otimista não. Se houver um sorteado a cada 360 em capitalização de qualquer prêmio - do menor ao maior -, creio que ainda sobra um resultado gordo para a instituição financeira.

Para chegar ao 360, peguei o número de seqüências que me deram multipliquei pelo número de sorteios aos quais faria parte e então peguei a chance de ganhar na mega-sena com um só cartão e dividi pelo número obtido. Cheguei a algo em torno de 360. Será que errei no cálculo?